segunda-feira, 31 de agosto de 2015

deixando o blogue por um tempo!

Queridas amigas! 
Não sei qdo voltarei, a situação está complicada não me sinto bem para fazer postagens nem ficar muito tempo sentada , devido a minha condição , ainda é muito cedo , nem três meses , mas graças a Deus já engordei 2 kg e consigo respirar sem me cansar.
Seis meses de tratamento para a embolia.
O sentido da minha vida mudou muito, pela lei 5.296/2004 me tornei deficiente...kkkk
e daí? POSSO COMPRAR UM CARRO LIVRE DE IMPOSTOS  E GANHAR TODAS AS BOLSAS E PLACAS QUE USAREI .
Tenho dias bons e dias ruins, não está sendo fácil, ainda não tenho confiança para sair de casa , mas sei que será questão de tempo, pois ainda me sinto muito insegura com essa nova bolsinha que ganhei.
Não me sinto envergonhada pela condição de ser Ostomizada,  muito pelo contrário, sinto-me muito especial por Deus ter poupado a minha vida através dos médicos e da bolsa coletora.
Tudo isso deve ter um propósito!

Mas se Deus me ajudar logo farei a cirurgia de reversão.

Gosto de ficar no FB onde está toda minha família, parentes,filhos e amigos.
Obrigada minhas queridas.

 Deixarei aqui fotos que amo!

caminhada com as filhotas!

jasmim
ipê


Ficar na casa do mato

De noite e de dia!

Com céus divinos!
céus avermelhados

.


flores muitas flores a todos!

ABRAÇOS!

terça-feira, 4 de agosto de 2015

cirurgia!

54 dias depois....
Olá minhas amigas, quanto carinho recebido nesses dias de agonia. 
Quero agradecer e muito,  a todos pelas orações, mensagens de animo. 
 As amigas que foram até o Hospital Moinhos de Ventos como a Chica (nossa joaninha)
A querida LucianaTaniaSonia e outras mais, as irmãs da Congregação CCB que foram orar por mim.
Muito agradecida!!
Fiquei pensando se deveria contar ou não sobre minha cirurgia, e resolvi fazer um resumo:
Dia 11 de junho fui para a mesa de cirurgia para tirar um pedaço do intestino segmóide
a princípio seria fácil  método laparoscópica e assim foi feito.
Mas horas depois veio a hemorragia, minha barriga endureceu 
comecei a ficar mal e com dores, Septicemia, voltando urgente para outra cirurgia.
Aí o bicho pegou,não me livrei dos cortes na barriga e foi as pressas 
resultado: fiquei um dia em coma, entubada,  com esparadrapos nos olhos
 não vi nada, nem me lembro de nada graças a Deus.
Meu marido e filhas se desmancharam em choro qdo me viram no CTI
Fiquei 19 dias internada, com alimentação pastosa
sem entender nada daquela bolsa na minha barriga, um Ileostoma
Dores e sofrimento, emagreci muitooo, na semana perdi 14 kg
Finalmente alta , mas durou pouco,  muito debilitada e com dores fortes para respirar 
Voltei ao hospital, diagnóstico:   fiz uma embolia pulmonar, mais 11 dias internada.
Minha coluna resolveu gritar, e me deu parestesia nas pernas....
Eu não me conformava como uma pessoa estando bem pode se desmanchar de uma ora para outra
perdi o enkanto da vida, minha vida virou de cabeça para baixo, me desesperei,  ....mas nada adianta e só traz mais angustia 
comecei a rezar _orar e pedi paciência.
A cirurgia para reverter a e tirar a bolsa seria agora em Agosto , mas devido ao tratamento da embolia que dura seis meses com remédios que afinam o sangue ,só vou poder me operar depois dessa data.

Muito incomodo lidar com essa situação, difícil 
e ainda tenho muitas dores , não consigo esticar a barriga por isso ando curvada
atacando mais a coluna.

dieta restrita, não consegui engordar nem 100 gramas... ainda
mas chego lá
Sai de casa no domingo agora, depois de só cama e médicos
 fui lá na casa do mato, e estava tudo tão lindooooo!
Me sentindo melhor
e agradecida pelo dom da vida!
Lembrando sempre que ninguém está livre dos percursos da vida!
Obrigada pelos recadinhos maravilhosos!


hoje melhor!

Obrigada anjo Fabiane que cuidou de mim
e me alegrou!


me esperando estava essa linda flor lá no mato.


Timbaúva sem folhas no inverno!
Que chegue logo a primavera para aquecer meu coração!
Obrigada a todas que por aqui passarem.

Abraços!





segunda-feira, 8 de junho de 2015

Pausa forçada!

Minhas amigas(os) do core, até terça feira visito os cantinhos de vocês,
depois disso só Deus sabe qdo volto, minha cirurgia é dia 11 de Junho Quinta feira
as 7hs da manhã
Para retirada do segmóide com divérticulos, quem tiver estômago poderá se informar
Aqui
Sentirei saudades de todos, orem e torçam por mim!
Minha filha dará  notícias pelo FB
No feriado prolongado fiquei no mato , cantinho que adoro, trabalhei , meditei, orei e cozinhei.
Sem internet, olhei muito o céu, pensei em todas as amigas queridas, impossível mencionar todos os nomes , mas vocês sabem , todas que aqui estão sempre comigo , me dando ânimo e carinho!
Cinco anos de blogue e não me esqueço nem das amigas que já se foram , que sumiram, sou assim mesmo, levo junto de mim para sempre!

"Adoro o vento
a brisa no rosto
o cheiro do mato"




" Um bolinho , um café
um vinho, um cafuné
Céu , lua, música e cheiro de amor"


"Eu e marido , minha vida
meu companheiro e meu amor,
colhemos laranjas e aipim!"




" A Cléozinha também ajudou
kkkk pensou que era bolinha"


Que tal um suquinho de laranja do céu!





 Também colhemos aipim e fizemos uma torta!




Purê de aipim , ovo, sal, leite, farinha de rosca, mantiga ou requeijão.
Recheio de preferência, muito queijo e forno.


Hora do chimarrão!


 Flores da época!

maracujá roxo!

Fiquem com o meu carinho, minha amizade.
Uma exelente semana  a todos.
Voltarei assim que der, pode demorar um pouquinho!

"Por que te juntastes a mim, minha vida ganhou mais cores,
tem mais flores o meu jardim!"


Muita luz, a nós todos!

Abraços!!!


terça-feira, 2 de junho de 2015

Janelas da vida!

Olá amigas!

"Delícia abrirmos a janela, e ver o dia nos esperando"


Houve um tempo em que minha janela se abria
sobre uma cidade que parecia ser feita de giz.
Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco.
Era uma época de estiagem, de terra esfarelada,
e o jardim parecia morto.
Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde,
e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas.
Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse.
E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros 
e meu coração ficava completamente feliz.
Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor.
Outras vezes encontro nuvens espessas.
Avisto crianças que vão para a escola.
Pardais que pulam pelo muro.
Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais.
Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar.
Marimbondos que sempre me parecem personagens de Lope de Vega.
Ás vezes, um galo canta.
Às vezes, um avião passa.
Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não
existem,
outros que só existem diante das minhas janelas, e outros,
finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.


" A cada manhã abrimos o mesmo livro , em uma nova página" 


"Se um dia fecharem-lhe as portas da vida, pule a janela"


 "Abra a janela , a primavera quer entrar"


" Flores ao vento na cortina da janela
 cores de primavera"


"Janela que se abre , o gato não sabe se sai ou voa"


Um belo dia a todas!


Abraços!